Strawberry Land: Placa Tectônica

29 de abril de 2013

Placa Tectônica


Uma placa tectônica é uma porção da litosfera limitada por zonas de convergência, zonas de subducção e zonas conservativas. A Terra tem sete placas tectônicas principais e muitas mais sub-placas de menores dimensões. Segundo a teoria da tectônica de placas, as placas tectônicas são criadas nas zonas de divergência, ou "zonas de rifte", e são consumidas em zonas de subducção. É nas zonas de fronteira entre placas que se regista a grande maioria dos terremotos e erupções vulcânicas. São reconhecidas 52 placas tectônicas, 14 principais e 38 menores.

Limites das placas tectônicas


Podemos considerar três tipos principais de limites entre as placas tectónicas: convergentes, divergentes e transformantes.

Limites convergentes


Convergência crosta oceânica-crosta continental

São, de modo geral, zonas de subducção, onde as placas se encontram e explodem. Uma delas mergulha por debaixo da outra (sempre a mais densa) e regressa à astenosfera. Existem três tipos de convergência:

Quando isso acontece, normalmente formam-se fossas abissais.Um exemplo é a fossa Peru-Chile, onde a placa de Nazca mergulha sob a placa Sul-americana. A zona de convergência entre uma placa oceânica e uma placa continental é chamada de margem continental ativa. Isto acontece porque a crosta oceânica é mais densa que a crosta continental, deste modo imerge.
Convergência crosta oceânica-crosta oceânica

Nesses casos, formam-se arcos vulcânicos, como nas ilhas Marianas (placa do Pacífico e placa das Filipinas)
Convergência crosta continental-crosta continental

Nestes casos é muito difícil que uma placa mergulhe sobre a outra por causa da densidade de alguns elementos. Às vezes uma placa sobrepõe-se sobre a outra, num movimento de obducção. Pode ocorrer também a colisão entre as placas e a formação de cadeias de montanhas. O exemplo mais conhecido é o choque da placa Euro-Asiática com a indiana, que deu origem à cadeia dos Himalaias.

Limites divergentes


Também chamados cristas em expansão ou margens construtivas, porque nesses limites está sendo aumentada a crosta oceânica, a partir de magma vindo do manto, causando o afastamento das placas tectônicas. São exemplos de formações de limites divergentes as cordilheiras submarinas meso-oceânicas.

Lista das principais placas tectônicas

Deixei com os links da Wikipédia para vocês verem um pouco...

Placas principais

Placas menores

Placas no interior de orógenos


Alguns modelos identificam mais algumas placas menores no interior de orógenos actuais:

Placas antigas



Mesmo com maquetes e simulações nunca pudemos ver como são de fato as placas tectônicas por meio de uma fotografia ou algo mais real. Verdade??? Mentira.

O fotógrafo britânico Alexander Mustard registrou o mergulho feito na fenda entre as placas tectônicas da América do Norte e da Eurásia. A paisagem submersa tem vales e fontes de lava formados pelo afastamento gradual entre as duas placas.